Análise do filme “Rogue One: Uma História ‘BOA?’ de Star Wars”

Olá, pessoal, aqui é Carlos, conhecido virtualmente como “O VICIADO” (em games, ok? Huh!), sou contratado sem salário pelo Lord Supremo Dick e seu Co-piloto Logues para falar de Games por aqui, mas quero revelar que meu vício se estende a mais coisas, como filmes e séries… E não, não quero me tratar… Haha… Então hoje  venho falar sobre o novo Star Wars que saiu este mês, o Rogue One… Que filme daora, hein? Fodástico… Porque acho isso? Pois então, cuidado com os spoilers que eu darei! Se você não se importa, continue, se você importa, pare aqui mesmo e depois de assistir volte ao Zoação 40 para ler mais a respeito, isso é uma ordem! Mentira, isso é uma súplica, por favor, volte logo pra cá, não nos abandone jamais (leia-se cantando).

Vou te mandar a real e te mandar alguns motivos por que Star Wars Rogue One é mais foda do que até outros Star Wars:

  • Faz uma conexão perfeita entre o Star Wars III (Ameaça Fantasma) e IV (Uma Nova Esperança), pois mostra o Darth Vader numa câmara antes de ser colocado na roupa (muito louco isso), pois, sei lá, pelo menos eu pensava que ele não saia da roupa nunca kkkkk… E isso é bem sinistro, sempre que ele precisa ele deve entrar nessa câmara pra relaxar e usar a roupa/ armadura de Darth Vader… Rs… Além do mais, mostra como os planos para destruir a Estrela da Morte foram parar nas mãos do rebelde com ínfimos detalhes. Sério, não sei como este Star Wars não chama Star Wars 3.5 Rogue One… Rsrs…

(Vader está ali naquele tubão hauhauahau)

  • Contrariando muitos filmes por ai, ainda mais se tratando da Disney, há muitas mortes de heróis durante o decorrer da drama… Não tem aquela palhaçada de um só matar meio mundo de Stormtroopers e continuar vivo ou andando… Rs…
  • O Darth Vader está muito massa… Aparece muito pouco, mas tem cenas marcantes. Numa cena final ele mata sem dó rebeldes da aliança usando de todas as maneiras a força, e consegue refletir até um laser sem usar a espada. Cena memorável essa, coisa que não se sai da cabeça.
  • Não tem beijo na boca! Sério, acho isso muito legal… Por que acho?? Por que os filmes querem justificar tudo com a droga do amor e paixão… Acho que se justificar com isso deixa tudo mais fácil e muda o contexto inteiro da trama. Você percebe um mini flerte entre a principal, filha do cientista e o rebelde espião que foi ordenado pra matar o pai dela, mas não o mata… Tipo, o foda que ele não mata o pai dela por ela e sim, porque percebe que ele iria se sacrificar pelos outros cientistas que criaram a Estrela da Morte.
  • Como falado acima mostra quem criou a Estrela da Morte, foi alguém forçado para tal, um gênio da engenharia, não foi qualquer pessoa, ou seja, não é qualquer um que pode criar assim uma coisa dessas, senão o Império teria umas 10 espalhadas pela galáxia, não é mesmo?

 

 

(parece um Jedi exilado, mas é um cientista cansado de trabalhar para o império)

 

 

  • Tem Estrela da Morte, pô! hauhauahau… Tem uma galera chata do caralho, falando… Aff, mais outra Estrela da Morte… Pô, num é mais outra, é a Estrela da Morte que Luke destrói no Episódio IV, não mostrar ela seria impossível, pois Star Wars gira em torno de Jedis, Siths e armas de destruição.

 

Tá bom, nem tudo são flores, então vamos aos pontos ruins:

  • Não tem Jedis 🙁… Sério, não aparece nem um “Jedaizinho” sequer… Só se consideramos o cego lá estilo Demolidor, o homem sem medo, que sente tudo ao redor, mas creio que não, acho que é apenas um cego com habilidades especiais…

  • Não tem como ter uma continuação, pois todo mundo morre… Rs,rs… Mas até que faz sentido e é esperado, por que como explicar a ausência deles em todos os outros filmes, não é mesmo? Bora matar todo mundo e fica fácil… Rs…Então… Apesar de não ter Jedi (porque o que tinha tava se escondendo do império, o senhor Obi-Wan Qui Noob, ops… Kenobi!) e morrer todo mundo… O filme é bão pra caramba… A Disney conseguiu ressuscitar uma saga que estava adormecida… O George Lucas (criador desse Universo e dono da Lucas Arts) entregou os pontos na hora certa e salvou teus personagens do esquecimento total… Por que só nerdão que tava lembrando, antes da disney pôr a mão, convenhamos… 

Então, vou inventar uma nota muito doida aqui, de 10 dou nota 9.5 (não perdeu nota pelo que falei acima, mas perdeu nota pelo começo que não comentei… eita primeira meia hora chatinha… depois de 30 minutos de filme, ele começa a valer a pena de se ser visto a cada frame, não me prendeu, sério).

Pois bem, primeira crítica/análise que escrevo, espero que tenham curtido, se não, comentem ai embaixo ou então falem suas opniões sobre o filme! Achou o mesmo? Achou uma bosta? Achou o filme mais foda da Terra? Então comente!

Grande abraço dO VICIADO!

O Viciado

Como ele próprio se denomina, ele é um viciado em GAMES! A admiração por este mundo começou através de um Dynavision em meados de 1992 e depois foi só evoluindo: Super Nintendo, Nintendo 64, PlayStation 1, PlayStation 2, PC... De portátil o que mais jogou e joga é o Nintendo 3DS. Gamer há mais de 20 anos, com muito orgulho!