Destiny do Céu ao inferno

Todo inicio de geração de vídeo game, nos “gamers” ficamos malucos com tudo que é apresentado, gráficos maravilhosos, jogabilidade insana e ficamos esperançosos com tudo que a E3 mostra.

Destiny ArcanoAproximadamente 1 ano foi lançado um dos jogos que talvez possam ser chamados de “fenômeno” deste inicio de geração, Destiny alcançou a marca de 20 milhões de jogadores, e sim, acho um fenômeno não só por isso, mas pelo fato de ser sim um jogo visivelmente incompleto.

Extremamente repetitivo Destiny estranha por te fazer jogar sempre as mesmas coisas, é estranho pensar que fiz a mesma raid ou missão mais de uma vez, sendo que normalmente não sou muito de Replays, mas se este é o caso, então por que ainda continuo jogando?

Talvez do meu ponto de vista o fator social no jogo seja um atrativo que realmente funcione, missões em grupo onde uma estrategia deve ser realmente seguida faz com que as missões mesmo repetidas tenham resultados interessantes.

995873_20130611_790screen002A jogabilidade fluida também faz com que o jogo mude a cada partida, sim, seu level e sua experiência diante do controle muda totalmente a forma com que vemos o jogo, partidas do Grisol (PVP) também são muito interessantes, onde correr e atirar apenas não basta.

O jogo em si é muito bom, mas infelizmente um potencial enorme ainda desperdiçado, mesmo hoje depois do lançamento da segunda expansão sinto como se o jogo estivesse me dando algo que ainda não está pronto, ao contrario de Halo (que também foi criado pela Bungie) que tem uma historia profunda e um universo expandido enorme, Destiny é “raso” e sem foco, sim, agente meio que depende de cartas de grimório (especie de itens colecionáveis) que podem ser consultadas pelo site oficial ou pelo app companion  para entender a historia do game, algo que pode ser  bom e ruim, eu pelo menos gosto da ideia como complemento, a historia por si so deveria ser boa o suficiente para o jogador, coisa que sejamos francos, não é!

Destiny_Character_Art_TitanOutros aspectos são particularidades do game, como por exemplo a dificuldade, A Bungie fez questão de lançar um desafio sempre um level a mais do que o máximo possuído pelo jogador. de forma que se o lvl máximo era 32 a raid tinha opção de lvl 33, agora com o lvl máximo sendo 34 temos a prisão dos anciões no lvl 35, isso pelo menos para mim um ponto positivo, ja que a dificuldade em terminar a missão trás uma satisfação tipica daqueles jogos de gerações passadas, que eram extremamente difíceis.

Uma outra particularidade do jogo é seu sistema de loot, em termos gerais você é premiado de forma randomica, ou seja, todos os jogadores tem chances iguais de tirar um item bom, isso é interessante e eu ate gosto,mas existe um certo descontrole, pegando por exemplo a tão sonhada gjallarhorn, um item exótico do game que pode simplesmente mudar a forma de se jogar, Enquanto alguns jogadores possui vários deste item (alguns possuem mais de 10 exemplares) em um jogo onde existem apenas 3 slots de personagens, outros não tem nenhuma, até mesmo jogadores que muitas vezes estão presentes desde a versão teste (como eu =( por exemplo).

No geral é um ótimo jogo para você que tem amigos para jogar, apesar de achar incompleto, vale a pena ter ambas expansões pelos desafios, mas como conteúdo pelo menos para mim deixa muito a desejar, mas caso você seja daqueles que prefere jogar sozinho, sugiro procurar outro game, como The witcher ^_^ um breve abraço e ate mais.

Bônus: