Justiceiro – Netflix Primeiras Impressões

CARALHO!!!  É com essas expressão que eu pretendo retratar minhas primeiras impressões.

Quando eu recebi a noticia de que o JUSTICEIRO, aquele mesmo que participou da segunda temporada de Demolidor, iria ter uma serie solo, a unica coisa que pensei foi ” Não tem carga suficiente pra isso” até então eu resolvi esquecer a questão, e esse mês foi o o lançamento da mesma.

A primeira impressão que a serie passa, é de que ela pode ter peso, violência, e uma boa historia pra contar, ja começar falando da coisa que mais me incomoda na serie, que é o fato dela ter um milhão de núcleos (serio, tem núcleos pra caralho). Poxa, que tipo de obrigação é essa da senhora Netflix, de que toda serie da Marvel tem que ter 13 episodio? A serie poderia ter bem menos, e ser muito mais dinâmica, apesar de ser a serie do Justiceiro, o que ela iria apresentar de conteúdo, se não um cara matando bandido? Nao é mesmo? MAS… a serie tem suas vantagens.

Acho que não teria escolha melhor pra o personagem se não o próprio Jon Bernthal, o cara nasceu pro papel, os trejeitos, o modo de falar, a paranoia, o jeito de viver com o trauma, o cara é muito 10/10 na pele do Frank, a forma de como ele vivo o personagem, de como ele acorda de um pesadelo, de como ele estoura de nada e sai chutando e esmurrando tudo, logo apos umas boas risadas, esse cara trabalha bem de mais nessa serie, não, outro talvez não teria feito tao bacana(por enquanto nunca vamos saber).

Violenta a dar com pau, a mesma não tem la as melhores cenas de ação/luta em si, mas tem umas cenas de tiroteio bem boladas e ensaiadas, um dos núcleos que tem metade de bom e a outra metade de ruim, é o núcleo do Frank e o do Micro, que tende a ser o principal, mas tem umas partes arrastadas, que olha, eu quase dormi (mentira, eu dormi de verdade), Micro que é um personagem muito bacana, gostei de mais dele, é o que ele seria mesmo, sem mais e nem menos. Falando em personagem, um que eu não esperava muito dele, me surpreendeu bastante, um dos vilões (Eu falo um dos, porque é uma organização, ae fica difícil ser só um cara), eu estou falando do Retalho, (Que eu chamo de Dorian Grey o tempo todo), personagem esse que é inimigo mortal(Nossa que piegas) do Justiceiro nos quadrinhos, e na serie é apresentado inicialmente como melhor amigo do mesmo, coisa que não tem nada haver com os quadrinhos mas não fez diferença nenhuma, é um personagem muito bem trabalhado, interpretado pelo ator Ben Barnes ( O retrato de Dorian Grey, ou o príncipe Caspain), não vejo o que reclamar dele. eu poderia falar mais, mas queria fazer um texto sem spoilers, eu gostei de mais, das series da Marvel Netflix, entrou  pro meu top 3 fácil. O problema maior dela é a LINGUIÇA, 13 episódios são muita coisa pra um justiceiro, 8 eu acho que tava de bom tamanho.

Uma ressalva que eu queria abordar, é o drama que a serie foca em mostrar de ex fuzileiros que voltaram da guerra, a vida dos caras são um inferno (O próprio Frank ta ae pra isso), muitos traumas, culpas, remorsos, arrependimentos, essa parte da serie é muito foda, foi o que me manteve bem preso na verdade, mas que não deixou de ser uma puta de uma barriga. Acho que minha minhas reclamações são essas, os diversos núcleos, e a linguiça que a serie carrega. Deixar registrado aqui que a atris Deborah Ann Woll(Karen) esta esplendida, como é linda essa mulher, outra coisa que eu esperava ver era a Cleire, e eles arrumaram outro medico, foi surpresa, diversas vezes eu vi cenas que cabia ela mas eles resolveram não encaixar (Obrigado Netflix)

Uma serie bacana, violenta,e com bons diálogos, vale a pena, não é perca de tempo, e da pra se divertir muito, ao contrario das ultimas ae né…  Minha nota pra essa belezinha é 7/10 Não da pra passar disso, mas também não tem como dar menos, assista você a esse delicia(se ja tiver assistido) deixe seu comentário sobre a sua experiencia. Se chegou até aqui, muito obrigado e até a próxima.

Deixe sua opinião, critica e sugestões de escrita, agrega muito e pode melhorar o conteúdo.