O fim de uma era – Naruto Shippuden

Como muitos devem saber o mangá de Naruto já terminou há algum tempo, porém o mesmo não aconteceu com o anime, o mesmo foi prolongado em episódios fillers, o que não é nenhuma novidade pros fãs do anime.

Eu mesmo não assistia o anime e não cheguei nem a ver a grande batalha, como eu já havia lido ele no mangá, achava desnecessário prolongar e ver novamente no anime, principalmente por sempre criticar o exagero nos fillers da série e estava tudo bem até então.

Curiosidade

É engraçado como a curiosidade e como uma coisa pode levar a outra, principalmente quando se é fã de animes. Tudo começou quando um amigo comentou comigo sobre Dragon Ball Super, e como o sentimento de nostalgia era bom vendo Goku e seus amigos em novas aventuras e o melhor, algo que ignorava DBGT (sim eu não gosto… me julguem).

Eu comecei a assistir de forma despretensiosa e passei a gostar, aquele meu coração que havia ficado gelado pela falta de bons animes estava aquecido e então resolvi procurar outros animes para assistir. Eis que eu me deparo com um dos sites de Naruto e me deparo com a saga Konoha Hiden, que nada mais é do que um arco narrando os acontecimentos depois da grande guerra ou seja mais fillers…

O crescimento de NarutoEu que não tinha nada a perder, resolvi dar uma chance e peguei uma série de histórias que antecedem o casamento de Naruto e Hinata, e de repente eu estava preso novamente, e o sentimento de ver aquele moleque crescer, se tornar um herói reconhecido por todos e se casar me tomou novamente, e lá estava eu usando bandana e chorando em perceber que sim, ficamos velhos eu e ele (ok talvez eu esteja mais velho).

O fimNaruto the last

Em algum momento eu fiquei feliz, assisti quase tudo que eu ainda não tinha visto de Naruto (ainda não quis ver a grande guerra), principalmente os OVAs e o filme Naruto the last, inclusive gostei muito do ova: o dia em que naruto se tornou Hokage, e o filme eu achei ok, um bom jeito de explicar o relacionamento do casal.

E então o anime ganhou uma data final, eu estava tão satisfeito com o que estava vendo, que la no fundo eu não queria acreditar, de repente Naruto tinha voltado a ser um anime que eu gostava e Kishimoto um autor que eu respeitava, lembrei o motivo de gostar do anime/mangá e de repente fiquei triste, da mesma maneira que fiquei quando Saint Seiya, Yu Yu Hakusho e outros animes que tanto gostei acabaram.

A continuação

Boruto the movieEntão tomado por minha ansiedade, resolvi assistir Boruto the movie, queria me ambientar ao filho do Hokage, queria saber se ele seria digno da minha atenção sem ter que dizer “no meu tempo era melhor”.

Abri minha mente e coração e queria apenas assistir um bom anime, e tive uma grata surpresa, o filme apresenta o filho de Naruto, e parece que dá o tom para o anime que irá estrear em abril.

Boruto quer sair da sombra do pai, e provar que é um bom ninja, ao mesmo tempo que culpa Naruto pela sua ausência, afinal uma criança que não entende as obrigações do Hokage e que traz um outro tom para o “drama” que ele vive. Mas que como todo anime, no final tudo se torna claro e de repente o jovem moleque, cria seu próprio objetivo de vida, e assim como seu pai, partirá em uma nova jornada.

Eu provavelmente irei acompanhar o jovem ninja (pelo menos um pouco), e fico com o sentimento real de que um momento de minha vida passou junto com o fim de Naruto, série que conheci entre 2001 e 2002 e que junto com outros de sua época embora boa parte das minhas noites.

Espero que assim como eu outros tenham esse sentimento nostálgico, e que acompanhem o filho de Naruto. E vocês sentiram alguma coisa com o fim da série? então não deixe de comentar

Até breve…