Sessão da Tarde – Ultimo Dragão (1985)

Oi Oi Olá

Olha só quem voltou e dessa vez com mais uma perola da Sessão da Tarde.

Na incansável tentativa de manter minha cabeça ativa e produtiva numa madrugada de insônia, estava perambulando pelo lado obscuro do youtube quando me deparo com o belíssimo clássico das artes marciais dos anos 80. Recheados de referencias ao mundo pop de uma Nova Yorque caótica dos anos 80.

O Filme em questão é o Ultimo Dragão (1985), lançado numa época onde o mundo vivia uma onda de curiosidade sobre a Ásia e a China, não fazia muito tempo desde a morte de Bruce Lee então algum produtor achou interessante trazer a cultura novayorquina aliado aos golpes imortais de Bruce Lee.

O filme conta a historia de Leroy Green(Taimak Guarriello), um estudante de artes marciais, fã de Bruce Lee morando na periferia de uma cidade grande, lidando com questões como crimes e violência usando da sabedoria oriental para ajudar as pessoas próximas a ele. Devido ao seu estilo de vida oriental, o seu irmão Richie (Leo O’Brien) se sente até envergonhado do seu irmão, e para completar o nosso herói Bruce Leroy da aulas de kung-fu para a comunidade. e como todo bom herói Leroy tem seu próprio inimigo o Sho’nuff (Julius Canry), um líder criminoso e habilidoso lutador que tem seus planos atrapalhados ao longo do filme por Leroy.

Como todo bom filme americano dos anos 80, nosso herói precisa de um par romantiquinho, esse papel cabe à belíssima VJ Laura Charles (Vanity ou agora Denise Matthews) e a titulo de curiosidade VJ pra você amiguinho que tem menos de 12 é uma pessoa que apresenta vídeo Clips. Esse filme é uma colcha de retalhos de referencias e tendências dos anos 80, desde a trilha sonora, até a caricatura dos personagens.

A trama inicia com o empresário Eddie Arcadian, que quer a todo custo tornar famosa sua namorada, um cover da Madona mal trabalhado, e para isso usa a gangue de Sho’nuff para pressionar a moça, e é ai que Leroy conhece seu par romântico, o que causa certo descontentamento em seu irmão que também deseja navegar pelas curvas da jovem V.J.

Leroy vive um dilema, o mesmo completa seu treinamento em artes marciais e procura maneira de alcançar o nível final de suas habilidades uma técnica chamada “A Aura”, e parte de suas aventuras é em busca de seu novo mestre.

O filme oscila entre luta de nosso herói em manter o bairro e sua peguete em segurança e a busca por seu mestre, e culmina com uma luta divertida ao som de muita musica disco.

Após o sequestro de seu irmão, o grande Bruce Leroy resolve enfrentar Sho’nuff e junto a ele seus alunos se preparam para dar o apoio necessário, destaque ao jovem dupla de asiáticos que representam o alivio cômico, a grande luta entre nossos afro-gladiadores culmina com uma reviravolta poderosa, mesmo Sho’nuff sendo possuidor da aura, o nosso Leroy aprende a técnica em meio a pensamentos e flashbacks emocionados e dispara o que pra mim foi o primeiro meme antes do meme existir

O Filme em si é um amalgama da cultura Black americana dos anos 80,tras a disputa das grandes empresas em lançar seus artistas, a alusão de mais artistas negros representados em programas de musica, considerando que Billy Jean de Michael foi primeiro trabalho de um artista negro a ser exibido na MTV à ideia de uma apresentadora negra era algo que necessitava ser refletido, a Motown que foi a empresa que produziu o filme, era guardiã dos direitos do panteão da musica Black americana, e vincular tudo isso ao misterioso oriente era uma aposta que valia a pena.

Nesse mesmo período inúmeros filmes de artes marciais surgiram, para andar na crista da onda desse oriente fantástico.

E justamente por falar em onda e oriente fantástico, que vamos todos nos preparar para conhecer  ou reviver o clássico Surfistas Ninjas, acho que deu pra notar a piadoca.

Aguardo todos na Proxima e …

Diego Mamut

Eu prefiro ser essa metamorfose ambulante, nascido homem, agora mamute, uma mescla de gostos, sons e sabores, uma poesia em forma de curvas um nerd em forma de bits, um homem em forma de pera.