Top 10 – As Trilhas Sonoras Originais mais Marcantes do Cinema

O título já diz tudo, um top list do Z40, feito por mim, JV, com as Trilhas Sonoras mais marcantes do cinema.

1º – O Bom, o Mau e o Feio

O legal desse top é poder começar bem. É gratificante poder colocar em 1º lugar um filme do maior valentão dos cinemas, Clint Eastwood, o estranho sem nome. Uma das maiores ferramentas que Clint usa para encantar seu público é a intimidação, e os olhos cerrados, além de frases marcantes para o cinema. Quem mais diria “Do you feel lucky, punk?” além de Clint Eastwood. Mesmo um senhor de idade o estranho sem nome, provou que pode ser um valentão mais bad-ass que os valentões de atualmente – Convenhamos que Jason Statham é uma garota ao lado de Dirty Harry. – no filme Gran Torino. Então o 1º lugar vai para Ennio Morricone, que conseguiu com sua música traduzir o nome de Clint Eastwood.

2º – Indiana Jones

É sério, quando se fala em aventura quem você se lembra na hora? Se você pensou Alexandre Frota, está errado, pois a resposta correta é Doctor Henry Walton “Indiana” Jones Júnior. Admito uma coisa, quando eu era pequeno eu tinha um boneco ridículo de um caubói aleatório. Nas longas brincadeiras de boneco que eu e meus irmãos tivemos, eu interpretava esse Caubói, e falava que ele era ninguém menos que Indiana Jones, e até hoje eu guardo comigo esse carinho especial que eu tenho pelo jovem Indy. – Essa foi a frase mais gay do blog. – Pois quando eu viajei a Nova York em 2012, em uma visita ao Museu de História Natural, eu fiz questão de em uma das lojas comprar o Chapéu do Arqueólogo que sobrevive a explosões nucleares. E toda vez que eu ouço a trilha sonora do filme, eu penso logo em entrar em uma selva e procurar o ídolo em um dos antigos templos, ou enfrentar nazistas em busca da Arca do Pacto, resgatar crianças escravas de Pankot, na Índia. Essa trilha sonora me dá mais vida, John Williams o segundo lugar é seu.

3º – Superman

Dos quadrinhos para o cinema, e logo para as cordas, teclas e sopros dos melhores músicos que John Williams novamente conseguiu trazer o paladino da DC para as orquestras. Ninguém menos que esse gênio poderia ter tido a honra de compor a trilha sonora dos filmes clássicos de Superman, o meu herói favorito.

4º – Tubarão

Música de suspense, tensão, quando você menos esperar estará com o corpo dilacerado por caninos desses enormes tubarões. Quem além de John Williams novamente poderia deixar o público aflito com o constante medo desses monstros marinhos? É isso mesmo, o filme Tubarão deixa qualquer um grudado na cadeira por causa desses terríveis peixes assassinos – Isso ficou meio “Narrador de Sessão da Tarde” né? –

5º – Star Wars

Um dos meus filmes preferidos, que mudou o jeito das pessoas verem Ficção Científica e Aventura, cativou o público com personagens carismáticos e ainda foi um sucesso de crítica e bilheteria é Star Wars. Acho que a melhor coisa para um fanático por Star Wars como eu, é ter o privilégio de ter ido ao cinema, sentado na cadeira, esperado a apresentação do estúdio 20th Century Fox e após uma tela preta começo um estouro “Tããããã” e assim a maravilhosa música acompanhada do prólogo do filme voando pelo espaço. Fico até arrepiado em descrever isso. John Williams mais uma vez nesse top 10, levando o 5º lugar com a saga de George Lucas.

6º – O Poderoso Chefão

Adaptado dos livros de Mario Puzo, pelo gênio Francis Ford Copolla que dirigiu outros filmes de sucesso como Apocalypse Now. O Poderoso Chefão mostra a máfia italiana com glamour, e mesmo sabendo que Don Vito Corleone é um “bandido” o telespectador acaba ficando apaixonado por seu jeito metódico, tradicional italiano, sua etiqueta, formalidade, educação, requinte, glamour e carisma. Depois de ver O Poderoso Chefão a minha lista de compras eu acrescentei um terno risca de giz. Nino Rota – Porque não um italiano para compor uma música sobre mafiosos italianos? – leva o 6º lugar pela trilha sonora da Máfia Italiana como um todo.

7º – De Volta para o Futuro

Do ano de 1985, seguido de 1955, novamente seguido de 2015 para o ano de 2013 nesse top 10 está De Volta para o Futuro. Em um Delorean com um capacitor de fluxo é possível fazer um dos melhores, se não o melhor, filme de viagem no tempo do mundo. O 7º lugar vai para Alan Silvestri.

8º – A Saga 007

Meu nome é V, JV. O espião mais sedutor que não tem uma identidade secreta, já que todos sabem seu nome. Destacaram-se Sean Connery, Pierce Brosnan e Daniel Craig como os atores a intepretar essa lenda que é James Bond. John Barry em 8º lugar.

9º – Rocky Balboa

Stallone é Rocky Balboa, o garanhão italiano. Desde o primeiro filme nós nos emocionamos com os conflitos pessoais desse bruto no boxe, e um doce de pessoa com Adrian, Mickey e Polly aqueles queridos amigos que ajudaram um grotesco a tornar-se o campeão. E também é de grande importância para o público a cena do Rocky subindo a escadaria do Museu de Artes da Philadelphia, fazendo Bill Conti entrar nesse top 10 em 9º lugar.

10º – Missão Impossível

Eu pessoalmente acho Missão Impossível um filme de merda, assim como Tom Cruise, salve Top Gun que eu acho maneiro. Mas tenho que dar os parabéns a Danny Elfman por fazer alguma coisa legal nesse filme horrível.

Acredito que muitas trilhas sonoras faltaram nesse top, como por exemplo a de Kill Bill, Senhor dos Anéis, Jurassic Park, Coração Valente, Os Caça Fantasmas e muitos outras trilhas. Mas a essas eu tenho muito carinho e queria poder colocá-las todas aqui. Mas sinta-se a vontade para relembrar as trilhas sonoras que você gosta nos comentários.

Diego Urameshi

Diretor, editor e host no Zoacao40, burro de carga na vida real e alcoólatra não assumido. Rio de Janeiro, Brasil